O rótulo é a cerveja: uma análise semiótica do conteúdo

Jader Mattos, Frederico Braida, Vera Lúcia Nojima

Resumo


Este artigo aborda o tema da linguagem inovadora dos rótulos de cervejas artesanais contemporâneas. O principal objetivo é descrever os procedimentos adotados durante a fase de análise dos dados coletados em uma pesquisa, a qual se desenvolveu sob a perspectiva de uma análise de conteúdo não-verbal, tendo como viés as dimensões semióticas da linguagem (sintática semântica e pragmática), cujo lastro teórico encontra-se em Charles Sanders Peirce e em Charles William Morris. Também foram levadas em conta as técnicas de análise de conteúdo propostas por Laurence Bardin. A partir das análises, foi possível levantar os signos presentes nos rótulos de cervejas, tratados como unidades de registro, os quais são de extrema importância para o campo do Design gráfico. Ao final, chegou-se à constatação da existência de dois grupos de rótulos cervejas bem definidos: em um extremos, estão aqueles que apresentam os signos recorrentemente presentes nos rótulos de cervejas, os quais podem ser chamados de tradicionais; do outro lado, estão aqueles que, ao refutarem a inserção dos signos tradicionais, buscam uma linguagem inovadora.

Palavras-chave


Rótulos de cervejas, Análise de conteúdo, Análise Semiótica, Linguagem

Texto completo:

PDF

Referências


BANKS, Marcus. Métodos formalistas. In: ______. Dados visuais para pesquisa qualitativa: Coleção Pesquisa Qualitativa. Rio de Janeiro: Bookman, 2009, p. 63 – 61.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BRAIDA, Frederico; NOJIMA, Vera Lúcia. Tríades do design: um olhar semiótico sobre a forma, o significado e a função. Rio de Janeiro: Rio Books, 2014.

CALAGIONE, Sam. A produção de cervejas extremas nos Estados Unidos. In: HALES, Steven D. Cerveja e Filosofia. Rio de Janeiro: Tinta Negra Bazar Editorial, 2010, p. 112 – 126.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008.

FONTANELLA, Bruno José Barcellos; RICAS, Janete; TURATO, Egberto Ribeiro. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 24(1):17-27, jan, 2008.

GIBSON, Clare. Como compreender símbolos: guia rápido sobre simbologia nas artes. São Paulo: Senac, 2012.

HINDY, Steave. A revolução da cerveja artesanal: como um grupo de cervejeiros está transformando a bebida mais apreciada do mundo. São Paulo: Tapioca, 2015.

MORADO, Ronaldo. Larousse da cerveja. São Paulo: Larousse do Brasil, 2009.

OLIVEIRA, Henrique; DRUMOND, Hélcio. Brasil beer: o guia de cervejas brasileiras. São Paulo: Gutemberg, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.